Ex-presidiário cria startup milionária para facilitar contato entre presos e familiares

Sbiz-master675 Frederick Hutson foi preso aos 21 anos, após se envolver com tráfico de maconha. Permaneceu na cadeia durante quatro anos e, ao contrário das expectativas, utilizou esse tempo para dar início a um plano de negócios.

Em seu período de prisão, Frederick identificou a dificuldade no contato entre presos e familiares, muitas vezes por conta das transferências de instalações e do preço das ligações telefônicas para outros estados. Por isso, ao cumprir sua pena, Frederick deu início a Pigeonly, uma startup voltada para a realização de ligações a baixo custo para presidiários.

A empresa utiliza o VOIP, sistema que permite ligações telefônicas pela internet, tornando o custo de 300 minutos de ligação para outros estados próximo a US$20 – o custo normalmente chega a US$70. A empresa de Frederick já gerou US$2,6 milhões em quatro rodadas de investimento.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s