A BlackBerry pode se tornar parceira do governo dos Estados Unidos. Nesta quinta-feira, 21, a empresa informou que poderá vender ferramentas para criptografar ligações telefônicas e mensagens de texto, com autorização da

 

Agência de Segurança Nacional (NSA).

A empresa recebeu aval do setor da NSA responsável pelos padrões de segurança de produtos comerciais de tecnologia, e vai de encontro com o momento vivido no governo americano e o receio de que as comunicações governamentais estejam sendo ouvidas por espiões, com maior frequência.

Vale lembrar que a NSA já havia contemplado rivais, como a como a norte-americana Apple e a sul-coreana Samsung.

Segundo a BlackBerry, seus produtos de criptografia de voz e mensagens de texto são usados por agências estatais em 20 países na Europa, América Latina, sudeste asiático e África. A Alemanha é o maior cliente governamental.