Dispositivo utilizado em momento de lazer servirá como teste para futuras ações

A agência responsável pela segurança do presidente americano, Donald Trump, resolveu inovar nas técnicas utilizadas para protegê-lo durante uma visita prolongada que ele fará em agosto ao Trump National Golf Club, em Bedminster – Nova Jersey: eles utilizarão um drone para monitorar a área.
O Serviço Secreto não disponibilizou informações sobre o modelo do aparelho a ser utilizado, mas informou que a medida também servirá como um teste para determinar o potencial do uso desses veículos em ações de segurança. A ideia é incorporar diversos tipos de drones e sistemas interligados aos seus esforços aéreos de vigilância, que, através de câmeras eletro-ópticas e infravermelhos, ajudarão a registrar qualquer possível ameaça.
Os demais visitantes do campo de golfe serão advertidos sobre a presença da aeronave, entretanto, a supervisão de residências particulares que poderão estar ao alcance das câmeras pode acarretar em violações não intencionais de privacidade.