francisco_colnaghiA última década trouxe significativos avanços à economia bem como para as empresas genuinamente nacionais. Também é correto constatar que no período de dois anos para cá houve boa retração nos negócios. Duas premissas que podem ser antagônicas em primeira análise, contudo análises verdadeiras. Sob o chapéu dessas assertivas, aquelas empresas, conglomerados ou grupos industriais que tiveram visão de diversificar seus negócios têm melhores possibilidades de navegar de forma segura e tranquila envolvidas em um mar nada amistoso.

É o que se percebe na Asperbras, empresa famíliar cuja linha de condução administrativa sempre buscou inovar e perceber oportunidades seguras para continuar avançando. Afinal, o que move uma pequena revenda de implementos agrícolas da distante Penápolis a se tornar um gigante Grupo estruturado, consolidado e atuante em várias áreas de forma global? Podemos responder da seguinte forma: a Asperbras observou cada etapa de crescimento com base em sua experiência acumulada e no que dispunha de capital possível para avançar.

Priorizando práticas seguras de conduta foi, de forma gradual, atingindo os objetivos propostos para tornar-se uma empresa de grande porte com atuação global. Esse espírito expansão é sua palavra de ordem.

  1. O que é a Asperbras

A Asperbras é um grupo brasileiro, familiar, multidisciplinar, estruturado para desenvolver projetos nacionais e internacionais de comércio, tecnologia e industrialização. Fornecedora de soluções e serviços de levantamento aerogeofísico, passa pelas atividades nas áreas de Empreendimentos Imobiliários; Alimentos; Tubos de PVC e Rotomoldagem para o Saneamento Básico; Tecnologia Industrial e Construção; Concessionária MAN-VW de ônibus e caminhões em Angola, África. O Grupo Asperbras conta hoje com 4.000 colaboradores sendo 3.000 alocados nas operações internacionais e 1.000 no Brasil.