Programa chamado Fingopay pode chegar também a academias, discotecas e estádios de futebol

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Em uma era em que a tecnologia avança de forma contundente, um mercado no Reino Unido se tornou o primeiro no mundo a permitir que seus clientes paguem as compras por meio da impressão digital, por meio do Fingopay – um sistema infravermelho que escaneia as veias dos dedos e vincula o mapa biométrico às contas bancárias de cada cliente.

O experimento foi implantado em uma loja no campus da Universidade Brunel de Londres, permitindo que compradores utilizem as mãos para efetuar o pagamento, abrindo mão do uso de dinheiro e cartões. Já os dados bancários são armazenados em uma plataforma denominada Worldpay.

A empresa que está por trás da invenção é a Sthaler, que já estuda implementar o sistema de pagamento em outros mercados do Reino Unido. Além disso, já existem negociações para levar o sistema a discotecas, academias e estádios de futebol, mas nesses casos com o intuito de identificar com facilidade quem têm acesso às zonas VIP.

A impressão digital já é utilizada no Reino Unido para entrar em alguns edifícios de alta segurança ou autorizar as transferências de comércio interno em um banco de investimento.