O uso da ferramenta visa proteger os usuários e acabar com as fraudes

A empresa multinacional norte-americana Uber iniciará o uso do recurso Real Time ID Check, que utiliza selfies para confirmar a identidade dos motoristas. O serviço promete criar mais uma barreira para proteger seus usuários de fraudes. Essa ferramenta garante que a pessoa que está dirigindo seja a mesma que a Uber tem em seus cadastros, evitando que terceiros utilizem carros cadastrados para a realização de corridas com o uso do aplicativo.

O Real Time ID Check, que utiliza recursos cognitivos da Microsoft, compara a selfie tirada pelo motorista antes da corrida, com a foto de perfil do mesmo arquivada na central de dados da Uber, e, se não compatível, a conta é bloqueada temporariamente, evitando fraudes. Não foi ainda divulgado pela empresa por quanto tempo a conta do condutor permanecerá bloqueada e nem o procedimento necessário para o desbloqueio.

A ferramenta, que foi testada nos últimos meses, teve sucesso no reconhecimento de 99% dos motoristas. De acordo com a Uber, esse 1% de incompatibilidade foi, em sua maioria, devido à falta de nitidez ou luminosidade das fotos. O serviço já está sendo implementado nos Estados Unidos e em breve estará disponível no Brasil, garantindo a segurança dos usuários brasileiros.

Fonte: Exame.com