Autor: InteligenciaInovacao

Mulheres buscam empreendedorismo por conta da maternidade

Um estudo realizado pela Rede Mulher Empreendedora afirma que 68% das mulheres que se tornam mães também decidem empreender. A pesquisa mostra que a maternidade é um dos principais estímulos para que as mulheres iniciem suas pequenas empresas. Isso acontece porque a maioria delas precisa conciliar o trabalho com as demandas do novo membro da família. Mercado de trabalho Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), atualmente, 40,8 milhões de mulheres brasileiras trabalham no mercado formal – a maioria delas já são mães. Conciliar trabalho e família, por vezes, se torna uma tarefa complicada e muitas dessas mulheres acabam pedindo demissão ou, até mesmo, sendo demitidas pelas empresas. A principal solução para esse caso é investir em um negócio próprio. Segundo a pesquisa, “as empreendedoras que iniciaram os negócios nos últimos três anos procuravam por mais qualidade de vida”. As mulheres com filhos mais novos enxergam no empreendedorismo uma opção para estar mais tempo com a família...

Leia Mais

José Roberto Colnaghi, da Asperbras, afirma que GreenPlac traz novos cenários para o setor florestal

Empresa utiliza inúmeras variedades genéticas de eucalipto para ampliar a produtividade e oferecer qualidade ao mercado A indústria de painéis certificada do Grupo Asperbras, a GreenPlac, foi recentemente instalada no Mato Grosso do Sul para se tornar uma das maiores do segmento no Brasil. A empresa viabiliza um novo negócio para o estado, que garante diversificação, geração de empregos e, principalmente, o devido valor às florestas do país. Produção de qualidade O MDF (Medium Density Fiberboard – Fibra de Média Densidade) é um painel de composição homogênea e ecologicamente correto, feito a partir da aglutinação de resina sintética e fibras de madeira reflorestada, tal como o eucalipto que, no caso da Greenplac, é proveniente dos cerca de 12 mil hectares de plantações próprias. O eucalipto, que é de origem australiana, foi introduzido no Brasil em 1825. Com o passar dos anos, o investimento em pesquisa na área foi aumentando e, entre as décadas de 1940 e 1950, iniciaram-se estudos...

Leia Mais

Regulamentação da profissão de prostituta

A Associação dos Condomínios Residenciais e Comerciais de São Paulo protocolou junto a Prefeitura de São Paulo, por meio de ação civil pública, a regulamentação da prostituição. Segundo o órgão, “a atividade é praticada à luz do dia, nas ruas, à margem da lei e de modo clandestino”. O objetivo da petição é definir horários e locais para que a atividade seja exercida pelos profissionais do sexo e, além disso, oferecer melhores condições de trabalho para auxiliar a redução da violência e o surto de doenças venéreas. No texto, a Associação afirma que a falta de controle e regras do Poder Público faz com que os locais atingidos sejam marcados por desordem, gritos, brigas, ruídos, atentados ao pudor e tráfico de drogas, o que afeta diretamente o bem estar, o patrimônio e os negócios de compra e venda dos munícipes. O documento ainda ressalta que o Governo Federal estabelece a regulamentação da atividade e salienta que os municípios permanecem...

Leia Mais

Projeto sustentável de cidade flutuante ganha apoio da ONU

A empresa de arquitetura BIG Bijarke Ingels Group, em parceria com o MIT (Massachussets Institute of Technology) – e outras entidades da área de inovação -, desenvolveu um projeto revolucionário para proteger áreas costeiras do rápido crescimento populacional que, além de destruir milhares de hectares do oceano, afeta diretamente a vida marinha. A proposta, chamada de Oceanix, tem como objetivo a construção da primeira cidade flutuante, autossustentável e ecológica do mundo. O novo modelo habitacional é considerado tão promissor que chamou atenção da ONU-Habitat, Programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos. A Organização reuniu uma equipe de líderes visionários, exploradores e engenheiros civis para avaliar o projeto apresentado pelas empresas. Tecnologia A cidade está projetada para ter uma área total de até 75 hectares e receber até 10 mil habitantes, que seriam divididos em bairros modulares de dois hectares cada.  Os espaços são de uso misto, onde é possível morar, trabalhar e realizar atividades físicas e de lazer. Segundo...

Leia Mais

Pesquisadores testam molécula presente em veneno de escorpião para identificar tumores cerebrais

A versão sintética do aminoácido, composto encontrado no veneno dos escorpiões, está sendo testada por pesquisadores do Centro Médico Cedars-Sinai, de Los Angeles, Estados Unidos, para identificar tumores cerebrais. A técnica utiliza a proteína para visualizar, de maneira mais clara e eficaz, os crescimentos de tumores malignos do cérebro dos pacientes. Processo O teste utiliza uma câmera especial e de alta sensibilidade com luz semelhante ao infravermelho. O aparelho atua com o auxílio do agente tozuleristide, conhecido também como BZL-100 – uma molécula que ilumina células cancerígenas para facilitar a sua retirada durante as cirurgias. “Com essa fluorescência, você enxerga o tumor com muito mais clareza porque acende como uma árvore de Natal”, disse em nota Adam Mamelek, doutor de medicina e responsável pelo teste clínico.  Se o BLZ-100 for identificado pela câmera – que foi desenvolvida pelo próprio hospital – é possível que o neurocirurgião identifique os limites entre o tumor e o tecido cerebral que não está...

Leia Mais