Mais três estados foram incluídos na lista do serviço, que é gratuito

Moradores dos estados do Rio de Janeiro, Espírito Santo e Rio Grande do Sul começaram, nesta segunda-feira (18/12), a receber mensagens com alertas de risco enviadas pela Defesa Civil.
O objetivo do aviso é orientar a população sobre os procedimentos a serem adotados diante dos riscos de inundações, alagamentos, temporais ou deslizamentos de terra.
Esse serviço é coordenado pelo Ministério da Integração Nacional, com participação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e das operadoras de telefonia móvel. Quando ocorre uma situação de risco, as telefônicas são acionadas e disparam mensagens para os usuários.
As operadoras também são responsáveis pelo cadastramento de usuários. Elas enviam uma mensagem inicial aos proprietários de celular, que devem responder ao SMS informando seu CEP. As informações e conteúdos dos alertas são produzidos pelo Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad) e Defesa Civil de estados e municípios.
Em janeiro, os estados de Goiás, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais também passarão a receber os avisos. A expectativa é de que até março de 2018 todo o Brasil seja contemplado com a tecnologia das mensagens. O estado de São Paulo conta com esse serviço desde novembro. Já foram enviados 647 alertas para pouco mais de um milhão de pessoas cadastradas.