Aplicativo promete unir casais por ódios em comum

Concorrente do Tinder, Hater cruza perfis que têm os mesmos “desgostos”

Há no mercado tecnológico uma infinidade de aplicativos de paquera. Eles costumam basear-se em gostos e hábitos que coincidem entrem os perfis que dão o famoso match. O Hater segue a tônica, mas tem como intuito unir pessoas de acordo com uma lista de coisas desagradáveis que elas têm em comum: gente que para do lado esquerdo da escada rolante, que paga (ou não) os 10% do garçom, ou, até mesmo, o novo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.hater

O aplicativo tem mais de 3000 tópicos desse tipo, em que o usuário pode “curtir”, “não curtir”, “amar” e “odiar”. Após responder às perguntas, a plataforma combina seu perfil com outros que não gostam das mesmas coisas.

Assim como no Tinder, aplicativo de paquera, caso surja alguém interessante, é só passar o dedo por cima, deslizando para a direita. Só acontece de dar match se os dois estiverem simultaneamente interessados. Assim, basta clicar no chat para dar início a conversa. E tem mais! Se a conversa não fluir bem, o Hater oferece um minigame de completar frases para quebrar o gelo.

O aplicativo Hater está disponível para iOS. A versão para Android tem previsão de chegada ainda este ano no Brasil.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s