Começou a funcionar na capital pernambucana o primeiro sistema de compartilhamentos de carros elétricos do Brasil. Operado pelo aplicativo Porto Levecarro-4, os carros são alugados através do celular. O projeto conta com três automóveis alimentados por energia elétrica disponíveis em três estações de compartilhamento.

Para utilizar o sistema, é preciso pagar uma mensalidade de R$ 30, além de uma taxa extra para cada corrida. Se o usuário não oferecer carona, essa taxa é de R$ 20. Caso dê carona através do aplicativo para outro inscrito, o valor é dividido entre os dois usuários. Se o motorista oferecer a carona e mesmo assim nenhum interessado se manifestar nos 15 minutos de tolerância, também paga R$ 10. Ainda é preciso pagar uma taxa extra caso os 30 minutos permitidos para a utilização do veículo sejam ultrapassados. Por cada minuto adicional será cobrado R$ 0,75.

O sistema é fruto de uma parceria entre as empresas de inovação e tecnologia Porto Digital e Serttel, que também implantaram o aluguel de bicicletas na cidade.  Mas, como se trata de um projeto-piloto, a opção do car sharing só está disponível para um público selecionado neste primeiro mês de funcionamento. A coordenadora do Porto Mídia, Mariana Valença, é uma das selecionadas, “Vamos dar nosso feedback para que o sistema esteja mais maduro quando for expandido pela cidade”. Os escolhidos precisam fazer avaliações periódicas do sistema para que a empresa possa aperfeiçoar a ideia.

Para Mariana e os outros funcionários da empresa, o sistema já será útil na fase de testes, uma vez que as estações de compartilhamento ficam próximas aos escritórios da empresa. Mas a coordenadora do Porto Mídia reconhece que a ideia fará mais diferença quando tiver um alcance maior. “A mobilidade é um problema hoje em dia e esses carros vão trazer mais uma opção de deslocamento. Uma das vantagens é não ter que se preocupar com estacionamento”.

 

Fonte: G1