José Maurício Caldeira, da AsperbrasExecutivo anuncia três grandes empreendimentos em São Paulo e Mato Grosso do Sul

O empresário José Maurício Caldeira, da Asperbras, faz parte de um grupo de empreendedores que não se deixam levar pelas adversidades na economia. Ele acaba de anunciar a construção de três condomínios da empresa em São Paulo e Mato Grosso do Sul, um indício do aquecimento do mercado imobiliário.

Para o acionista e membro do conselho da Asperbras Holding, a retomada dos investimentos do grupo no setor imobiliário já indica uma mudança de perspectiva. O grupo lançará ainda neste ano três condomínios residenciais: em Birigui e Araçatuba, em São Paulo; e em Dourados, no Mato Grosso do Sul.

“O ano de 2018 é um marco na retomada dos nossos investimentos”, pontua Caldeira. Somados, os novos loteamentos representam cerca de duas mil unidades. Mas a Asperbras Empreendimentos, ramo do grupo para o setor imobiliário quer ir além. Já existem planos  outras cidades nas quais a empresa possui terrenos e onde deverá lançar outros projetos em  2019 e 2020.

Na avaliação de José Maurício Caldeira, da Asperbras, o segmento imobiliário dá uma forte resposta à crise. Ele destaca a importância dessa área para a geração de empregos. O executivo argumenta que a retomada dos empregos é uma resposta efetiva contra a recessão. “Estamos sentindo isso no país e estamos apostando”, afirma. O loteamento em Dourados (MS) é o primeiro do grupo fora de São Paulo.

Uma história de sucesso

O Grupo Asperbras construiu, nos últimos 12 anos, edifícios comerciais, residenciais, shopping center, loteamentos de médio e alto padrão. Tudo começou com o Residencial Fernanda, em Penápolis (SP), cidade onde o grupo foi fundado pelos irmãos Roberto e Francisco Colnaghi, em 1993.

Os novos lançamentos da companhia estão voltados aos condomínios fechados, por meio de três bandeiras, com focos distintos. O Felisa, voltado para loteamentos populares, contempla o público de baixa renda de cidades médias e pequenas. Tem plano de pagamento financiado pela própria empresa. A grife Adisa tem como alvo o comprador de classe média que busca melhorar a qualidade de moradia, com quesitos como mais segurança e qualidade de vida. No topo dos seus produtos imobiliários, a empresa oferece o Aleia, para as classes A e B. São condomínios de luxo, com clubes, segurança, lazer, e diversas comodidades embutidas no pacote.

Nos próximos cinco anos, a Asperbras deverá lançar novos loteamentos urbanos e condomínios residenciais. A empresa espera superar a marca de cinco mil unidades  entregues. “Tivemos um inicio razoável em 2013 e, quando entrou a crise imobiliária, tínhamos um banco de terreno grande”, assinala Caldeira . “Nesses últimos anos, nos dedicamos a desenvolver projetos, licenciar e aprová-los. Agora estamos prontos para os lançamentos”, arremata.