De acordo com dados do IBGE (2010), o Brasil tem cerca de 10 milhões de pessoas surdas, o que equivale a 5% da população. Desses, 2,7 milhões são surdos profundos, ou seja, não escutam nenhum tipo de som. A plena inclusão desse contingente às atividades do cotidiano tem permeado muitas discussões na sociedade e instigado as grandes empresas a pensar em soluções que impactem positivamente essa comunidade. A utilização da tecnologia de forma assertiva e eficiente, com ferramentas que facilitem a implementação de medidas inclusivas, foi o principal desafio de uma equipe de pesquisadores do Sidia (Instituto de Ciência e Tecnologia de Manaus) ao desenvolver uma ferramenta que detecta e amplia a imagem do intérprete de línguas na TV, em até 200% da tela.

Inteligência Artificial

Pela primeira vez, a funcionalidade utiliza técnicas de inteligência artificial, possibilitando a detecção automática da posição e da área do intérprete presente no vídeo que está sendo reproduzido. Após o reconhecimento da posição, a imagem é ampliada na janela de acessibilidade de 110% a 200%, e um dos três tipos de zoom é selecionado para que a imagem se ajuste à dimensão do interprete automaticamente, no canal. De forma simples, o próprio usuário aciona a função pelo menu de acessibilidade da TV, que possui um atalho no controle remoto. Os modelos convencionais não possuem essa inteligência.

O novo zoom deve chegar ao mercado em fevereiro de 2020 e será um facilitador para os deficientes auditivos ao melhorar a visualização e a compreensão dos gestos produzidos pelos intérpretes. “O Sidia tem como principal premissa desenvolver produtos e serviços que contribuam para o dia a dia das pessoas. Queremos promover a conexão de um número cada vez maior da população brasileira por meio da tecnologia. Ao criar produtos como esse, mostramos na prática que estamos utilizando recursos tecnológicos no caminho certo, em prol da sociedade e das pessoas”, explica Eric Ferraz, gerente técnico do time de desenvolvimento de Visual Display do Sidia.

Sobre o Sidia

O Sidia Instituto de Ciência e Tecnologia é um centro de pesquisa, desenvolvimento e inovação, sediado em Manaus, Amazonas – Brasil, apoiador do movimento que organiza o Polo Digital de Manaus.

O Sidia  é um centro de pesquisa, desenvolvimento e inovação, responsável por implementar soluções digitais inovadoras para o mercado local e global. Fundado em 2004 na capital do Amazonas, atua no desenvolvimento de software embarcado para celulares, tablets, novas tecnologias vestíveis (wearables) e smart TVs, plataforma e aplicação para óculos de realidade virtual, realidade aumentada, inteligência artificial, criação de games de classe mundial e projetos de automação industrial (Industria 4.0).

O Sidia é uma entidade privada formada por pessoas incríveis, das mais variadas formações intelectuais e culturais, com diferentes visões de mundo e apaixonadas por inovação: nosso DNA! É este potencial humano aliado à tecnologia que nos move a contribuir para uma sociedade melhor, tornando a vida das pessoas muito mais fácil e divertida.